Contribuições ecológicas do sistema solar

O setor elétrico é considerado um dos grandes emissores de gases de efeito estufa, CO2, na atmosfera e, isso tem sido motivo de preocupação e debates pelo mundo na busca de alternativas ecoeficientes para driblar o problema.

A mini ou microgeração fotovoltaica tem despontado com favoritismo entre as fontes alternativas de geração de energia limpa. Acessível em custo e instalação, tem ampla contribuição na preservação do ecossistema não interferindo negativamente no espaço e diminuindo a necessidade do uso dos recursos naturais.

Estudos apontam que, se 20 mil unidades consumidoras gerarem cerca de 180kwh/mês, sendo o consumo médio por residência no Brasil de 166 kwh, seria possível reduzir a emissão de 26 mil toneladas de CO2 na atmosfera em um ano, além de gerar uma economia de até R$22 milhões no mesmo período.

A Solartech acompanha as usinas de geração solar cotidianamente através do aplicativos disponibilizados para cada planta, neles é possível observar a contribuição individual de cada unidade geradora

Na ilustração, que acompanha esse texto, pode-se observar uma unidade geradora com capacidade de 16.8 kwp. Essa planta foi instalada no início do mês de abril de 2020, ou seja, há cerca de seis meses. No período correspondente, foi deixado de desmatar 526 árvores, 3.823 kg de carvão foram salvos, e reduziu-se 9.530 kg de CO2 na atmosfera.

Presente em muitos discursos sobre economia, a energia solar contempla múltiplas esferas de vantagens, muito além das tão citadas prerrogativas econômicas. O impacto positivo da energia solar se estende desde os benefícios anteriormente citados à não produção de ruídos, não poluição da água, terra e ar, não contribuição com o aquecimento global e com a produção de chuva ácida.

Os equipamentos e tecnologia empregados na geração de energia solar desfrutam de constante modernização e aprimoramento, sendo cada vez mais eficazes em produção de energia e no quesito sustentabilidade.

O aumento do uso de energia limpa traz como resultado benefícios ao ecossistema e a economia, sem síntese, é positivo e promissor. Desta forma, pode-se concluir que mudando a forma de geração os resultados do consumo além de não prejudicarem contribuem em diversos âmbitos.

Compartilhar

Comentários (Nenhum comentário )

Sem comentários ainda.